Sindicatos voltam a discutir reivindicações dos trabalhadores do setor de farmácias

O Sindicato dos Comerciários de Campina Grande e Região voltou a discutir, no final da manhã desta terça-feira, 18, as reivindicações dos trabalhadores das redes de farmácias, tendo em vista que até o momento, a representação patronal do referido setor não assinou o acordo coletivo 2019/2020, que contemplou as categorias dos mais diversos segmentos econômicos.
A reunião aconteceu no MPT – Ministério Público do Trabalho, com a participação dos sindicatos patronal e dos trabalhadores, entretanto não houve consenso no processo de negociação, sendo necessária nova reunião a ser agendada após o carnaval, segundo informações do presidente do Sindicato dos Comerciários, José do Nascimento Coelho.
Cerca de 800 trabalhadores do setor de farmácias estão prejudicados, isto porque continuam sem a garantia de seus direitos trabalhistas na Convenção Coletiva vigente dos comerciários. Na próxima reunião, o Sindicato das Farmácias assumiu compromisso de apresentar uma nova proposta, que contemple os funcionários do setor, retroativo a 1º de julho de 2019.

Texto: Ascom Sindicato dos Comerciários

Banner Add

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial