Galeria Casarão 34 inscreve para curso com curador pernambucano

A Galeria Casarão 34 segue com inscrições abertas até esta quarta-feira (4) para o curso ‘Pensamento Curatorial como Prática Social’, que será ministrado por Moacir dos Anjos, no período de 4 a 6 de março, das 14h às 18h, no mezanino da galeria. O curso é gratuito e faz parte da programação do projeto AnimaCentro.
A capacitação é destinada a estudantes de artes, artistas, críticos, curadores e gestores, mas também é aberto ao público em geral. As inscrições podem ser feitas pelo e-mail eventos.casarao34@gmail.com. No ato da inscrição deve ser informado o número do CPF e o endereço residencial. Os alunos/alunas que tiverem 100% de participação terão direito a certificado.
O curso integra o programa de formação em arte da Galeria Casarão 34 – que este ano vai focar em atividades teóricas – e vai abordar duas principais questões relativas à curadoria. A primeira remete aos modos como a organização de mostras de arte se vincula ao ambiente social e político no qual está inserida ou sobre o qual se debruça.
A segunda questão remete às maneiras como proposições expositivas podem afirmar ou contestar esses contextos sociais específicos. Na parte teórica, será dado destaque aos modos como exposições de arte têm respondido ao que tem sido chamado, em anos recentes, de crise de representação.
Depois será discutido como os diversos aspectos que compõem um projeto curatorial – concepção, seleção de obras, montagem, iluminação, sinalização, projeto educativo, publicações, etc – afetam as exposições como práticas sociais, utilizando, como estudos de caso, várias mostras organizadas por Moacir dos Anjos e por outros curadores.

O ministrante
Moacir dos Anjos é PhD em economia pela University of London e pesquisador da Fundação Joaquim Nabuco, no Recife, onde coordena, desde 2009, o projeto de exposições ‘Política da Arte’. Foi diretor do Museu de Arte Moderna Aloísio Magalhães (MAMAM), e pesquisador visitante no centro de pesquisa TrAIN – Transnational Art, Identityand Nation, University of the Arts London. Foi curador do pavilhão brasileiro (Artur Barrio) na 54ª Bienal de Veneza (2011), curador da 29ª Bienal de São Paulo. É autor dos livros ‘Local/Global: Arte em Trânsito’ (Zahar, 2005), ‘Arte Bra Crítica’ (Martins Fontes / Automática, 2010) e ‘Contraditório: Arte, Globalização e Pertencimento’ (Cobogó, 2017).
Portalcorreio

Banner Add

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial