Presidente da Fiep nega participação em nota de repúdio contra Governo do Estado

O presidente da Federação das Indústrias do Estado da Paraíba (FIEP), Francisco de Assis Benevides Gadelha se posicionou a respeito de nota publicada nesta quarta-feira (01) sobre nota repúdio contra o Governo do Estado.

Confira:
NOTA DE ESCLARECIMENTO

O presidente da Federação das Indústrias do Estado da Paraíba (FIEP), Francisco de Assis Benevides Gadelha, encontra-se indignado com a maneira sorrateira e sórdida de falsidade ideológica com a qual atacaram o Governo do Estado usando, indevidamente, a marca da FIEP.
Somos uma entidade representante do setor industrial, cujo papel é trabalhar de forma articulada, em parceria e conformidade, com os órgãos e instituições que, assim como nós, também buscam contribuir para o desenvolvimento do nosso estado.
O momento pelo qual o Brasil está atravessando clama por união de todas as instâncias da sociedade, sejam essas públicas ou privadas, para que as medidas de enfrentamento da crise, em virtude da Pandemia do Coronovírus, possam ter efeitos práticos e relevantes para todos os cidadãos.
Entendemos que, as estratégias para enfrentamento da crise, no sentido de resguardar vidas e a economia brasileira serão eficazes se nos propormos a discutir as questões, de forma ética e sem ataques e, sim, apresentando soluções. Desta maneira, nos faremos fortes.

SINDUSCON-PB TAMBÉM EMITE NOTA ESTRANHANDO O FATO

O Presidente do SINDUSCON-PB, Hélder Campos Pereira, vem a público manifestar sua estranheza na utilização do nome e logomarca do SINDUSCON-PB em uma nota apócrifa, que foi veiculada hoje e destoa de tudo que é defendido pela sensatez neste momento de crise. Todas as medidas que o SINDUSCON-PB adota é discutida com a diretoria da Instituição e sempre adotamos uma postura uníssona com a Federação das Indústrias do Estado da Paraíba, órgão deliberativo superior ao qual o SINDUSCON-PB está vinculado e que também teve sua logomarca utilizada de forma não autorizada e por isso irresponsável.
Não vivemos um momento propício para altercações entre o setor produtivo e o setor público, muito pelo contrário temos que manter a união para enfrentarmos o inimigo comum que é o Coronavírus. Quem prega o contrário é desprovido de espírito público e não merece quaisquer créditos.
Por fim, reafirmamos nossa parceria com o setor público para o enfrentamento dessa pandemia e esperamos que tal fato não volte a se repetir, pois além de desviar nossa atenção do que realmente importa, faz com que tenhamos desgastes desnecessários de força e de tempo, que bem poderiam ser utilizados no combate à pandemia. Nunca na história da humanidade tivemos uma cooperação dessa monta e nós que fazemos o SINDUSCON-PB somos parte dessa cooperação.

Helder Campos Pereira
PRESIDENTE DO SINDUSCON-PB

Banner Add

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial