Escola Balé Cidade de Campina Grande participa da campanha “A dança não pode parar”, em Joinville

O período de isolamento social em função da pandemia do covid-19 trouxe impactos para todos, indústria, comércio, empresas de vários segmentos estão tendo que se adaptar para poder continuar com o préstimo de seus serviços. Na área cultural não é diferente, teatros e escolas de dança e música espalhadas em todo o país estão fechados para aulas presencias e precisando de ajuda.
Visando apoiar a continuidade dos trabalhos dos profissionais e das escolas de dança, o Festival de Dança de Joinville lançou a campanha “A dança não pode parar”. Uma ação de captação de recursos para as escolas de dança em todo o país que estão inscritas no projeto.
A Escola Balé Cidade de Campina Grande está participando do projeto, a única da cidade inscrita. As pessoas podem ajudar contribuindo com 100 reais acessando a plataforma no link http://festivaldedancadejoinville.com.br/2019/a-danca-nao-pode-parar/. Quem doar recebe vários benefícios como aulas de dança em categorias e ritmos diversos; ingressos para o espetáculo “Romeu e Julieta”, no mês de julho, no Teatro Municipal Severino Cabral; uma assinatura anual da Revista Dança Brasil; desconto em compras nas lojas parceiras (os nomes estão disponíveis na página do projeto) e ainda um ingresso de arquibancada para o Festival de Dança de Joinville que pode ser escolhido pela pessoa para os anos de 2020, 2021 ou 2022.
Para manter as aulas, a Escola Balé Cidade de Campina Grande está, através da plataforma Zoom, adaptando as aulas com lives, conteúdos à distância e disponibilizando as aulas em vídeo para que os alunos possam continuar treinando em outros horários, já que as aulas virtuais estão sendo ministradas nos mesmos dias e horários das presenciais.
O diretor da Escola, Erasmo Rafael explica que “mesmo com o distanciamento social e as aulas presenciais suspensas, há uma equipe de profissionais dedicada à continuidade dos trabalhos de forma virtual, a exemplo dos professores, e apesar do esforço para não parar, a situação está deixando a escola fragilizada financeiramente, por isso a importância da ajuda das pessoas a campanha A dança não pode parar”.
Erasmo lembra ainda da importância da dança nesse momento. “Os pais estão com os filhos em casa 24 horas, os jovens e adultos também estão em casa muito tempo, então as aulas de dança são uma válvula de escape nesse momento tão difícil. Elas contribuem para ajudar no bem estar e saúde física e mental dos nossos alunos”, disse.
Ajudando a Escola Balé Cidade de Campina Grande a pessoa também estará ajudando o Balé Jovem e o Projeto Social Dança Cidadã que atende 300 crianças da rede municipal de ensino. “A dança agradece sua colaboração!”, finaliza Erasmo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial