Senai iniciará manutenção em respiradores mecânicos de hospitais da Paraíba

Desde o começo da pandemia do novo Coronavírus, o Brasil já adquiriu 10.800 ventiladores pulmonares, segundo dados do Ministério da Saúde, totalizando 65 mil aparelhos, o que equivale a três respiradores para cada dez mil habitantes.
Considerando a importância dos respiradores, que ajudam a salvar a vida dos pacientes com a COVID -19, o SENAI mobilizou em todo o Brasil, uma rede voluntária, para fazer a manutenção desses equipamentos, é a Iniciativa + Manutenção de Respiradores.
Na Paraíba, o trabalho será realizado pela equipe do Instituto SENAI de Tecnologia em Automação Industrial, localizado no bairro da Prata, em Campina Grande. Técnicos da instituição irão atuar na manutenção de respiradores que apresentem problemas no funcionamento durante a pandemia.
O estado já possui cerca de 600 aparelhos, e foram comprados mais 105 que deverão ser instalados na rede hospitalar em breve. Nesta perspectiva, o SENAI da Paraíba atuará na retaguarda, realizando manutenção, calibragem e triagem dos equipamentos. A instituição está à disposição para realizar a manutenção nos respiradores, através de uma equipe formada por técnicos da área de metalmecânica, automação, eletroeletrônica e elétrica.
“O objetivo do SENAI é assegurar a vida das pessoas, dando uma resposta a esta crise, para isso, adaptamos nossa estrutura buscando assistir o nosso estado nessa importante missão”, enfatizou Euler Sales, diretor Regional do SENAI da Paraíba.
Em todo o Brasil, a rede voluntária já recebeu mais de 1.200 ventiladores pulmonares, ao todo, cerca de 400 já foram recuperados, o que representa o atendimento a quatro mil pessoas. Estão em manutenção 655, em calibração 251 e 300 em triagem.
A iniciativa tem pontos de manutenção gratuita em 19 estados do país e conta com parceiros como ArcelorMittal, Fiat Chrysler Automóveis (FCA), Ford, General Motors, Honda, Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) e POLI-USP, Jaguar Land Rover, Mercedes- Benz do Brasil, Moto Honda, Renault, Scania, Toyota e Vale.
Além disso, os Ministérios da Saúde e da Economia, a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) e a Associação Brasileira de Engenharia Clínica (ABEClin) apoiam o projeto, que é realizado pelo SENAI.
Informações adicionais podem ser obtidas através do telefone (83) 99984-2402.

Banner Add

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial