LAGOA SECA: Após primeira morte por covid-19 oposição volta a alertar população sobre perigo de não manter isolamento social

Com a confirmação da primeira morte por coronavírus no município de Lagoa Seca/PB, nesta segunda-feira (4) o pré-candidato a prefeito José Gonçalves (Zezinho de Bola) – Avante – voltou a manifestar sua preocupação com o fato das pessoas não estarem respeitando a orientação das autoridades de saúde para ficarem em casa e adotarem medidas de prevenção, tais como o uso constante de álcool em gel, lavar sempre bem as mãos com água e sabão e usarem máscara.
Zezinho de Bola, que já vem alertando para o perigo da doença há mais de 10 dias, lamentou profundamente e ficou solidário com a dor da família de Jânio Demétrio, 59 anos, vítima da covid-19. Ele morava no centro de Lagoa Seca e estava internado no Hospital Pedro I, em Campina Grande, onde faleceu na manhã desta segunda-feira.
Deixando as querelas políticas de lado, Zezinho de Bola disse reconhecer o esforço do prefeito Fábio Ramalho e do secretário da Saúde Iran Stênio no sentido de esclarecer ao povo que é preciso manter o isolamento social e as medidas de prevenção, “mas parece que a população ainda não se deu conta do perigo que representa essa doença”, comentou.
Ele relatou que é impressionante ver os meios de comunicação toda hora informando sobre contaminados e mortos pela covid-19 no Brasil e no mundo, e agora sendo uma realidade em Lagoa Seca “e ao mesmo tempo observar que as pessoas não ligam para o problema e continuam circulando tranquilamente pelas ruas da cidade, se aglomerando em bares e filas de banco, mantendo contato físico umas com as outras e sem nem ao menos usarem máscara, um objeto simples, mas de fundamental importância para a proteção individual e coletiva”, disse.
Por fim, Zezinho de Bola reforça seu alerta sobre o perigo da contaminação e mortes causadas pelo coronavírus, mesmo porque além dessa primeira morte registrada na cidade já existem relatos de outros casos de pessoas doentes e internadas “e caso as pessoas não adotem as medidas de proteção e de isolamento social infelizmente é possível que mais mortes sejam registradas na região. E isso será lamentável, já que cada um fazendo a sua parte podemos reduzir muito o risco que isso aconteça”, completou.

NÚMEROS – Atualmente o município de Lagoa Seca registra os seguintes números: uma morte; dois casos confirmados; 10 casos suspeitos e 39 pessoas sendo monitoradas pelas autoridades de saúde locais. Oito casos da doença já foram descartados.

Apolinário Pimentel

Banner Add

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial