Ex-primeira-dama Lúcia Braga morre em João Pessoa aos 85 anos

A ex-primeira-dama da Paraíba e ex-deputada federal Lúcia Braga morreu aos 85 anos, na tarde desta sexta-feira (8), em um hospital particular de João Pessoa. Ela estava internada desde o começo do mês de maio com sintomas suspeitos de Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, mas após ser submetida ao teste, teve o diagnóstico descartado para o patógeno.
Conforme repassado pelo amigo próximo da família, padre Albeni Galdino, ex-assessor do marido dela, o ex-governador Wilson Braga, Lúcia teria apresentado pneumonia e infecção urinária, que se agravaram. Wilson também foi internado no mesmo hospital após sintomas suspeitos da Covid-19, mas teve resultado negativo para coronavírus. Ele está na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) com pneumonia.
A ex-primeira-dama foi a primeira mulher da Paraíba eleita deputada federal em 1986. Na Câmara Federal, atuou de 1987 a 1995 e de 2003 a 2007 e ainda foi eleita deputada estadual em 1998.
Ela participou do processo de redemocratização do Brasil durante a Assembleia Nacional Constituinte, que originou a Constituição de 1988, e também votou pelo impeachment do ex-presidente Fernando Collor de Mello em 1992.

SEPULTAMENTO
Devido às orientações da OMS – Organização Mundial da Saúde e Ministério da Saúde o sepultamento foi realizado ainda nesta sexta-feira, às 23h. Para evitar aglomeração não foi possível realizar o velório de acordo com as tradições. O corpo de Lúcia Braga foi sepultado no cemitério Parque das Acácias, em João Pessoa.

Portalcorreio

Banner Add

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial