Maneiras legais de envelhecer saudável e com uma boa autoestima

Ter mais de 60 anos é motivo de celebração, não de desalento. Na verdade, existem muitos benefícios em envelhecer. No aspecto físico, você deve pegar menos resfriados. O sistema imunológico retém a memória dos vírus de resfriado aos quais você foi exposto e libera anticorpos para combatê-los caso você os encontre de novo. Se você é alérgico, os sintomas podem ficar mais suaves, pois o sistema imunológico torna-se menos reativo. Além disso, a pele fica menos oleosa – e a acne deixa de ser um problema. Portanto, é possível envelhecer saudável.
No aspecto mental, as notícias também são boas. O poder do cérebro pode continuar a se expandir (há uma boa reserva extra), você se torna mais sábio e toma decisões mais acertadas. E é provável que se sinta mais à vontade consigo mesmo. Sua maneira de ver o mundo também é importante: entusiasmo e otimismo vão prolongar sua juventude. Descubra como proteger a sua saúde e tirar o melhor proveito das décadas por vir – começando com passos para amar a vida, revelados por uma pesquisa.

SIGA SUA ESTRELA
Estabelecer metas traz benefícios à saúde. Um estudo descobriu que adultos na meia-idade com um senso de propósito tendem a viver mais do que os que não o têm. Planeje-se e desfrute de novas experiências. Tenha objetivos e ambições. Como o cantor Leonard Cohen disse: “Comecei a turnê há três anos; eu tinha 73, apenas um garoto com um sonho doido.”

MEXA O CORPO
Incontáveis estudos mostram que se manter ativo ajuda você a levar uma vida mais feliz, mais saudável e mais longa. Se você não faz exercícios, comece agora – pesquisadores descobriram que um ano de prática melhorou a função cardíaca em pessoas com mais de 65 anos anteriormente sedentárias.

SEJA FELIZ, NÃO SE PREOCUPE!
Se você tivesse de representar num gráfico a felicidade de uma pessoa, a curva resultante teria a forma de um sorriso. Somos felizes na juventude, nem tanto na meia-idade, e depois felizes novamente no último terço da vida. Uma pesquisa com 80 mil pessoas descobriu que a faixa entre 65 e 80 anos aproveita mais a vida. Os mais velhos sabem como dedicar energia ao que importa e superam os erros rapidamente.

DE OLHO NA CINTURA
Manter um peso saudável é importante, mas controlar a medida da cintura é crucial. Ao redor da cintura pode surgir a “gordura visceral” (depósitos de gordura em torno dos órgãos internos). Ela libera substâncias químicas inflamatórias associadas a uma série de doenças, de artrite a diabetes. Como se livrar dela? O emagrecimento lento e constante é mais saudável, e muitos alimentos deliciosos podem ajudá-lo a manter uma dieta balanceada. Exercite-se também para se manter forte.

CONSERVE VELHAS AMIZADES E FAÇA NOVAS
Bons relacionamentos são essenciais na idade avançada. Assim revelou uma pesquisa britânica com 10 mil homens e mulheres acima dos 50. Além disso, quanto mais sólidos os relacionamentos, mais tempo você tende a viver. Um estudo australiano com septuagenários descobriu que viver bem estava diretamente ligado ao número de conexões da rede social.

CURTA UM SOLZINHO
Uma dose diária de vitamina D, a vitamina do sol, é importante para a saúde óssea. Cientistas descobriram que a deficiência da vitamina pode causar alguns tipos de câncer e esclerose múltipla. O sistema imunológico também se torna mais eficiente. No entanto, muita gente recebe o suficiente apenas no verão. Fique ao ar livre por alguns minutos quando o sol estiver a pino, durante os meses mais quentes. Nos dias mais curtos de inverno, considere tomar um suplemento.

COMA MAIS LEGUMES
Há mais pessoas centenárias na ilha japonesa de Okinawa do que em qualquer outro lugar do planeta. Qual o segredo? Alimentação. Na verdade, elas comem mais, em quilos, do que os ocidentais, mas a comida é menos calórica – muitos hortifrutigranjeiros frescos e grãos integrais, com quantidades menores de alimentos ricos em gordura e calorias.

BEBA ÁGUA MESMO SEM SEDE
Seu corpo é composto de até 70% de água. Mas, com o passar dos anos, o equilíbrio de líquidos se torna mais difícil de manter – resultado de mudanças no corpo, bem como de uma função renal menos eficiente. É vital beber líquido para evitar a desidratação. Nem sempre confie na garganta seca para avisar que é preciso reabastecer, pois a sensação de sede diminui à medida que a idade avança. Portanto, mantenha um copo d’água sempre a seu lado.

CUIDE DO JARDIM
Pessoas que praticam jardinagem permanecem em boa forma na velhice. Se você tem um jardim para cuidar, deve se manter ativo por 150 minutos por semana, segundo pesquisa da Universidade Estadual de Kansas. E um pouco de limpeza e poda – cavar também, mas cuidado com as costas – é exatamente o tipo de atividade física leve que faz bem. Um estudo australiano revelou que a prática diária da jardinagem reduziu em 36% o risco de demência em pessoas com mais de 60 anos. A jardinagem é um antídoto perfeito para o estresse, além de cultivar belas rosas ou legumes saborosos.

TENHA UM ANIMAL DE ESTIMAÇÃO
Os animais podem diminuir o estresse dos donos. Um estudo da Universidade de Miami descobriu que donos de animais têm mais autoestima e são mais conscientes e menos temerosos, o que melhora a saúde mental. Os animais podem ajudar a saúde física também – um estudo mostrou que donos de cães têm mais chance de estar vivos um ano após um ataque cardíaco, independentemente da gravidade.

 

VISTA-SE COMO QUISER, FAÇA O QUE LHE AGRADA
Quando você envelhece, tende a fazer o que quer e ter a aparência que deseja, sem se preocupar com o que os outros pensam. Celebridades mais velhas – como Helen Mirren e Sean Connery – confirmam que você não precisa deixar de ser atraente e elegante. Afinal, você adquiriu o direito de ser original ou até sem graça. Ria na cara de quem pergunta: “Não está um pouco velho para isso?”

FAÇA SEUS EXAMES REGULARMENTE
Os sete exames abaixo estão entre os mais importantes e que podem salvar sua vida.
• Colesterol – O exame de sangue estabelece seus níveis de colesterol.
• Aferição da pressão arterial – A hipertensão pode danificar o coração e aumentar a chance de ataque cardíaco. Consulte seu médico para verificações regulares.
• Mamografia – Mulheres com mais de 50 anos devem fazer mamografia para verificar se há sintomas de câncer de mama.
• Exame dermatológico – Preste atenção a pintas e manchas e relate qualquer alteração ao médico.
• Exame oftalmológico – O oftalmologista pode detectar sinais precoces de diabetes e glaucoma, além das alterações da visão.
• Câncer de intestino – É importante submeter-se a um exame do intestino a cada dois anos. Mais de 80% dos casos ocorrem em pessoas com mais de 60 anos.
• Papanicolau – Previna células anormais no cérvix.

Imagens: monkeybusinessimages/iStock, Wavebreakmedia/iStock, Photology1971/iStock e ninelutsk/istock
MSN/Seleções

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial