Funesc inicia última semana do ‘Meu Espaço – Compartilhando Cultura’

A Fundação Espaço Cultural da Paraíba (Funesc) inicia, nesta segunda-feira (8), a última semana da programação ‘Meu Espaço – Compartilhando Cultura’. O projeto é fruto de um edital criado em virtude da pandemia do novo coronavírus, causador da Covid-19, que contemplou mais de 100 artistas paraibanos para apresentações gravadas em vídeos, durante o período de isolamento domiciliar. A sexta semana, que acontece de 8 a 14 de junho, traz 17 vídeos de diversas áreas, intercalando entre formações e apresentações.
A programação do Meu Espaço é exibida através do canal da Funesc no YouTube, em quatro sessões semanais com duas horas de duração cada, sempre às segundas, quartas, sextas e domingos, a partir das 17h. São produtos audiovisuais nas mais diversas áreas e de vários municípios paraibanos. Após as transmissões, todo o material fica disponível para quem perder a estreia ou quiser assistir ‘maratonando’. A sessão de estreia aconteceu no dia 6 de maio e, desde então, já são mais de 22,5 mil visualizações só no material do projeto.
Aos sábados, sempre a partir das 17h, acontecem as lives transmitidas pelo perfil da Funesc no Instagram. São momentos de interação entre artistas participantes do projeto e o público. A mediação é feita por integrantes da equipe da Funesc e cada artista tem um tempo para falar sobre o trabalho apresentado, processo criativo e trajetória artística.
O projeto também traz inclusão social por meio de interpretação em libras em boa parte dos vídeos, garantindo acessibilidade ao público surdo.

Última semana
A segunda-feira (8), começa com o vídeo ‘Criação de Personagens e narrativas visuais em tirinhas’, com Tatiane Almeida. Em seguida, entra em cartaz ‘Milonga Virtual’, com Leo Medina, mostrando a paixão dele pelo tango. Na área de teatro, Geyson Luiz exibe a performance Pupilo. O dia termina com ‘Mastigando poesia popular na quarentena’, com Quelyno Souza.
Já a quarta-feira (10) começa com o vídeo ‘O Popular e outras problemáticas’, do antropólogo Darllan da Rocha. Em seguida, estreia o curta ‘Te vejo da janela’, de Lívio Brandão. A literatura é representada por ‘Visitas’, com Thiago Costa. Na sequência, será exibido ‘Viola Violada’, do artista visual Cledyr Pinheiro. Para fechar o dia, estreia o vídeo ‘Slam sinalizado: o surdo tem mãos, o surdo tem voz’, com Kizy Poesia.
Na sexta-feira (12) será exibida a videoaula ‘Cinema na Paraíba: primeiras histórias’, de André Dib. A cultura popular entra em cena com ‘Mestra Têca: suas histórias e trajetória’. Para amantes da dança, a artista Flávia Espinosa mostra o passo a passo do sapateado em ‘Tap em casa!’. Na sequência, o músico Difaria apresenta ‘Dias Nublados’.
Já o domingo é para curtir em família, trazendo opções para adultos e crianças. O dia de exibições começa com ‘Ballet para todos’, de Eduardo Cezário. Em seguida, Flávio Lira entra em cena com a história do Mágico de Oz e dicas de brincadeiras e diversão em casa com o vídeo ‘Quem conta um conto se diverte um tanto’. Na sequência, Caio Fernandes mostra seus conhecimentos circenses e de dança com números de ‘Acrobacia de solo’. Quem fecha a programação é ZEBB com a proposta musical ‘Ouroboros’.
Portalcorreio

Banner Add

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial