Imprensa e música na Paraíba em debate no ciclo virtual da FCJA

Chegou a vez da imprensa e da música serem destacadas no ciclo de debates “História Cultural da Paraíba”. Trata-se de um projeto virtual da Fundação Casa de José Américo, nestes tempos de quarentena, que prossegue na quarta semana, às 9h30, das terças e quintas.
Na programação desta terça-feira (16), o tema em destaque será “A imprensa na Paraíba e o jornalismo cultural”, com a participação dos jornalistas Rubens Nóbrega e André Cananéa. Na quinta (18), os músicos Milton Dornellas e Xisto Medeiros debatem “Música popular na Paraíba: a academia e o projeto Quinteto Convida”. Ambos serão mediados pelo professor e jornalista Carmélio Reynaldo
Ao fazer um balanço do Ciclo, ao longo de três semanas, o presidente da FCJA, jornalista Fernando Moura, já comemora os resultados. Destacou dois formatos da experiência. O primeiro é a manutenção do vínculo ou relacionamento remoto: Fundação versus público. O segundo é a partilha de importantes e diversificados conteúdos com a sociedade, que permitem extrapolar o âmbito universitário e proporcionar um debate amplo em torno da História da Cultura da Paraíba.
Outro aspecto destacado por Fernando Moura é que esta iniciativa vem conquistando ampla receptividade do público, a julgar pelo exponencial de acesso, junto ao Youtube. O presidente acredita que isso deixará um legado da instituição para este período de pandemia. “Se forem pesquisar o que foi feito neste período, há de se constatar que a Fundação Casa de José Américo se fez presente, contribuindo para as reflexões necessárias em torno de legados e perspectivas coletivas”, destacou ao final.
O ciclo iniciou dia 26 de maio e segue até o dia 16 de julho. Os internautas podem acompanhar os debates por meio do canal oficial da Fundação Casa de José Américo, na plataforma Youtube.
A Paraíba e suas artes será o tema da sequência. O dia 23 de junho será dedicado ao teatro: “O Teatro visto a partir da UFPB e a experiência do Coletivo de Teatro Alfenim”, com Paulo Vieira e Paula Coelho. No dia 25, será a vez do cinema: “O Cinema Paraibano antes e pós-pandemia”, com Zezita Matos e João de Lima. Estes também com a mediação de Carmélio Reynaldo.
Portalcorreio

Banner Add

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial