Sesi PB desenvolverá sistema eletrônico para monitorar impacto de fatores cognitivos na Alpargatas

Um projeto apresentado pela equipe da gerência de Saúde e Segurança na Indústria do SESI Paraíba foi aprovado no Ciclo 2, categoria Inovação em Segurança e Saúde no Trabalho e Promoção da Saúde, do Edital de Inovação para a Indústria 2019.
A ideia sugerida pela gestão da empresa Alpargatas, consiste na criação de um Sistema Eletrônico para fazer o acompanhamento do impacto de fatores cognitivos no ambiente de trabalho.
Com a aprovação, o próximo passo será o desenvolvimento do projeto pela equipe do SESI, para utilização na unidade da indústria Alpargatas, em Campina Grande. O processo começará no próximo mês de julho, e até o final do ano será feito o desenho técnico do Sistema, e um protótipo será implantado no início do próximo ano. A ideia é que ele esteja pronto para ser operacionalizado, até o mês de setembro de 2021.
O trabalho será realizado por uma equipe formada por um engenheiro, um técnico de segurança do trabalho, além de profissionais que atuam no setor de Saúde e Segurança do Trabalho, do SESI PB, e contará com a parceria do Centro de Inovação em Fatores Psicossociais – do SESI RS que atuará na orientação relacionada a abordagem junto aos trabalhadores.
Considerando que os fatores emocionais podem interferir no trabalho e sobre a saúde do trabalhador, a partir do desenvolvimento do Sistema, a indústria terá um ganho na comunicação entre gestores e os trabalhadores, o que impactará de forma positiva na saúde e segurança no trabalho, e na qualidade de vida dos profissionais, tornando o ambiente mais salubre e produtivo.
O Sistema Eletrônico vai funcionar da seguinte forma, ele captará a resposta do trabalhador em relação ao seu estado emocional atual, permitindo a empresa mapear as respostas, verificando os sinais que possam interferir nas suas atividades, principalmente quando operam máquinas e equipamentos que exigem alto nível de concentração. Estes dados possibilitarão à empresa conhecer o perfil dos trabalhadores em seus respectivos setores e turnos, de forma que ao apresentarem sinais que possam impactar nas suas tarefas, estes sejam analisados e acompanhados por uma equipe multidisciplinar, atuando preventivamente sobre possíveis ocorrências de acidentes nos locais de trabalho.
Todo o acompanhamento dos estados emocionais dos trabalhadores seguirá algumas etapas, entre elas: controle dos dados, ação por meio de intervenção nos postos de trabalho, feedback das medidas tomadas, avaliação da eficácia do processo, planejamento de melhorias, e alterações, seguindo um formato de melhoria contínua.
O Edital de Inovação para a Indústria é uma iniciativa do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) e do Serviço Social da Indústria (SESI). As propostas selecionadas recebem recursos e apoio para desenvolvimento de uma prova de conceito, passando por processos de validação, de protótipo e de teste na rede de 26 Institutos SENAI de Inovação, 58 Institutos SENAI de Tecnologia e nove Centros de Inovação SESI. Desde que foi o Edital criado, em 2004, foram selecionados mais de mil projetos inovadores, nos quais foram investidos mais de R$ 545 milhões.
SAIBA MAIS – Acesse o site do Edital de Inovação para a Indústria 2019 e conheça os detalhes de cada uma das cinco categorias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial