Presidente da Amde suspende pagamento do condomínio de permissionários da Vila do Artesão, Shopping Lindaci Medeiros e Arccas Titão e Catedral

Desde o início da pandemia do novo coronavírus e preocupado com a crise econômica que tomou conta do país, o presidente da Agência Municipal de Desenvolvimento (Amde), vereador licenciado Nelson Gomes, determinou a flexibilização do pagamento dos condomínios por parte dos permissionários dos órgãos que administra, a exemplo da Vila do Artesão, Arccas Titão e Catedral e ainda do Shopping Lindaci Medeiros.
Portanto, desde o mês de março, quando teve início o período de quarentena e o isolamento social, onde parte do comércio permaneceu fechado, o presidente da Amde, Nelson Gomes determinou que não fossem cobrados juros, correção ou qualquer outro valor que pudesse onerar os condomínios, durante o período de pandemia.
Agora, após conversas com o prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues, o presidente da Amde solicitou um estudo no mês passado, com o objetivo de viabilizar a suspensão do pagamento dos alugueis dos condomínios de todos os permissionários dos órgãos administrados pela pasta.
Na última sexta-feira (3), após mais uma reunião, o prefeito Romero Rodrigues concordou com os argumentos de Nelson Gomes e decidiu autorizar a suspensão do pagamento dos condomínios dos permissionários da Vila do Artesão, do Shopping Lindaci Medeiros e das Arccas Titão e Catedral. A partir deste mês de julho, até dezembro deste anos, todos os permissionários dos órgãos administrados pela Amde estão isentos da obrigação de pagamento dos condomínios.
“Desde o mês passado, tenho conversado muito com o prefeito Romero Rodrigues e o fiz ver a realidade de todos aqueles que dependem do comércio para sobreviver. Principalmente, os permissionários da Vila do Artesão que tem seu maior rendimento justamente no período do São João. Eles foram diretamente afetados com essa crise. Portanto, após expor as minhas justificativas, o prefeito prontamente concordou e estamos concedendo essa suspensão no pagamento dos referidos aluguéis até o final deste ano”, destacou Nelson Gomes.

Banner Add

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial