Vacina chinesa para Covid-19 inicia testes em estágio avançado nos Emirados Árabes Unidos

A empresa farmacêutica estatal chinesa Sinopharm iniciou os testes clínicos da fase III de uma vacina para Covid-19 com 15 mil voluntários em Abu Dhabi, informou nesta quinta-feira (16) o governo da capital dos Emirados Árabes Unidos.
O teste em humanos é uma parceria entre o grupo China National Biotec (CNBG) da Sinopharm, o Grupo 42 (G42), uma empresa de inteligência artificial e computação em nuvem baseada em Abu Dhabi, e o Departamento de Saúde da cidade.
O estudo, que começou na quarta-feira (15), é o primeiro teste na fase III do mundo de uma vacina inativada, afirmou Ashish Koshy, CEO da G42 Healthcare. As vacinas inativadas são conhecidas e têm sido usadas contra doenças como gripe e sarampo.
Nenhuma vacina para Covid-19 foi aprovada para uso comercial. De acordo com um resumo da Organização Mundial da Saúde (OMS) sobre o estado do desenvolvimento de vacinas para a Covid-19, existem 23 vacinas em potencial em testes em humanos, com três delas iniciando ou já na fase de larga escala, ou fase III, para testar a eficácia.
O ensaio testará duas cepas de vacina e um placebo. Duas doses com três semanas de intervalo serão administradas e os voluntários serão acompanhados por um ano, disse Nawal Alkaabi, chefe do Comitê de Gerenciamento Clínico Covid-19 dos Emirados Árabes Unidos.
Cerca de 15 mil voluntários serão recrutados durante um período de três a seis meses, inicialmente em Abu Dhabi. Eles terão entre 18 e 60 anos de idade, sem problemas médicos sérios e que não tiveram a Covid-19 previamente, disse Alkaabi.
A Sinopharm escolheu os Emirados Árabes Unidos porque cerca de 200 nacionalidades diferentes residem no país e pelo seu foco em pesquisa médica e no combate à pandemia, disse Koshy.
O país afirma ter realizado mais de 4 milhões de testes de infecção por coronavírus em uma população de cerca de 9,6 milhões. Foram registrados quase 56 mil infectados e 335 mortes.
A Sinopharm obteve aprovação para os testes no final de junho. A vacina experimental passou nas Fases I e II dos ensaios clínicos, com 100% dos voluntários gerando anticorpos após duas doses em 28 dias, afirmou um comunicado do governo de Abu Dhabi.
A China tem procurado testar vacinas em potencial no exterior devido à falta de novos pacientes no país. A chinesa Sinovac Biotech está conduzindo ensaios de Fase III de uma vacina no Brasil.
A Sinopharm e a G42 não terão acesso aos dados dos pacientes no estudo realizado nos hospitais de Abu Dhabi, disse Walid Zaher, diretor de pesquisa da G42 Healthcare, acrescentando que os Emirados Árabes Unidos pretendem fabricar qualquer vacina bem-sucedida resultante.
A G42 é uma empresa de inteligência artificial com sede em Abu Dhabi que firmou parceria com a empresa chinesa de genômica BGI para construir um laboratório de testes Covid-19 no emirado e com empreiteiros israelenses para desenvolver tecnologias para ajudar a combater a doença.
Koshy disse que a empresa era de propriedade privada, mas se recusou a dizer seu dono.
Como outros estados do Golfo, os Emirados Árabes Unidos desenvolveram laços estreitos com a China, buscando capital e tecnologia para diversificar sua economia das receitas com hidrocarbonetos. No entanto, os principais aliados dos Estados Unidos alertaram os estados do Golfo para que procedam com cautela e considerem seu relacionamento com Washington.
G1

Banner Add

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial