Nos pênaltis, Vasco bate Goiás e avança na Copa do Brasil

O Vasco avançou para a Quarta Fase da Copa do Brasil ao vencer o Goiás, nos pênaltis, nesta quarta-feira, em Goiânia. Os cruzmaltinos venceram por 2 a 1 durante os 90 minutos e levou a melhor por 3 a 2 nas penalidades máximas.
O Vasco abriu o placar no primeiro tempo, com Henrique. O Goiás conseguiu chegar ao empate no fim da etapa inicial, com Rafael Vaz. Já no segundo tempo, Martín Benítez marcou o segundo gol cruzmaltino, que levou o duelo para os pênaltis. Nas penalidades, os cariocas levaram a melhor por 3 a 2 para se classificarem.
O Vasco volta a campo no sábado, quando terá o clássico contra o Fluminense, no Maracanã, pelo Campeonato Brasileiro. Já o Goiás só joga na próxima quarta-feira, quando recebe o Corinthians, em Goiânia.

O jogo
O Goiás iniciou a partida com uma postura mais ofensiva e assustou pela primeira vez aos quatro minutos. Jefferson cobrou falta na área e obrigou Fernando Miguel a boa defesa. Depois, os donos da casa obrigaram o goleiro cruzmaltino a mais duas defesas em chutrs de fora da área.
Aos poucos, o Vasco conseguiu equilibrar o jogo, mas sofria para construir boas jogadas no ataque. Quando chegava, errava o último passe. Os cruzmaltinos só chegaram aos 25 minutos. Talles Magno arriscou de fora da área e viu Tadeu fazer boa defesa.
Com o domínio do confronto, o Vasco chegou ao gol em um lance inusitado. Henrique tentou o cruzamento, a bola desviou em Keko e foi para o gol. A bola ainda bateu na trave e no goleiro Tadeu antes de ir para a rede.
O revés fez o Goiás voltar a buscar o ataque com mais intensidade. Os donos da casa chegaram ao empate aos 43 minutos. Após cobrança de escanteio, a bola bateu em Talles Magno e ficou com Rafael Vaz, que mandou para a rede. Assim, o confronto terminou igual no intervalo.
No segundo tempo, o Vasco veio com outra postura e logo ficou a frente no placar. Aos quatro minutos, Martín Benítez arriscou de fora da área, a bola desviou na zaga e fez a bola encobrir Tadeu.
Mesmo depois do gol, os cruzmaltinos seguiram em cima e quase ampliaram aos sete minutos. Fellipe Bastos chutou de longe, a bola bateu na zaga e ficou com Germán Cano. O argentino chutou para grande defesa de Tadeu. O Goiás acordou e quase empatou aos 11. Rafael Moura aproveitou cruzamento na área e cabeceou para grande defesa de Fernando Miguel.
A partir dai, o jogo ficou equilibrado com as duas equipes em busca do ataque. O Goiás chegou com perigo aos 18 minutos, mais uma vez com Rafael Moura. De novo, Fernando Miguel apareceu para salvar o Vasco. Só que os cariocas responderam com Vinícius, que viu Tadeu impedir o terceiro.
Com o passar do tempo, o confronto passou a ficar tenso, pois um classificaria quem marcasse. O Vasco tocava muito, mas pouco ameaçava na frente. Já o Goiás era mais objetivo e assustou em chutes de Ratinho e Keko.
Na parte final, o Vasco melhorou a marcação e quase ampliou em duas oportunidades em erros na saída de bola do Goiás. No entanto, Guilherme Parede e German Cano desperdiçaram as chances. Depois, foi a vez de Carlinhos finalizar para grande defesa de Tadeu.
Nenhuma das equipes criar mais nenhuma chance nos minutos finais. Assim, o duelo foi para a disputa por pênaltis.
Nos pênaltis, Cano, Benítez e Bruno César para os vascaínos. Já os goianos só fizeram com Rafael Vaz e Keko. O destaque foi o goleiro Fernando Miguel, que defendeu duas cobranças.

FICHA TÉCNICA:
GOIÁS 1 (2) X 2 (3) VASCO
Local: estádio Hailé Pinheiro, em Goiânia (GO)
Data: 26 de agosto de 2020, quarta-feira
Hora: 21:30 (de Brasília)
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (MG)
Assistentes: Ricardo Junio de Souza (MG) e Marconi Helbert Vieira (MG)
Cartões amarelos: Rafael Moura e Fábio Sanches (Goiás); Andrey e Yago Pikachu (Vasco)

GOLS
GOIÁS: Rafael Vaz, aos 43min do primeiro tempo
VASCO: Henrique, aos 32min do primeiro tempo; Martín Benítez, aos 4min do segundo tempo
GOIÁS: Tadeu, Pintado, Fábio Sanches, Rafael Vaz e Jefferson; Sandro (David Duarte), Gilberto (Ratinho) e Daniel Bessa; Keko, Victor Oliveira (Marcinho) e Rafael Moura
Técnico: Thiago Larghi
VASCO: Fernando Miguel, Yago Pikachu, Ricardo Graça, Leandro Castán e Henrique; Andrey, Fellipe Bastos (Carlinhos) e Martín Benítez; Vinícius (Guilherme Parede), Talles Magno (Bruno César) e Germán Cano
Técnico: Ramon Menezes
Foto: LANCE!
Terra

Banner Add

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial