Revista americana acusa Trump de ter debochado de soldados que morreram em combate

A revista americana The Atlantic publicou um artigo em que acusa o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de ter debochado, repetidamente, de militares americanos que morreram em combate. O presidente negou com veemência a acusação.
Uma organização de veteranos publicou depoimentos de pessoas dizendo que seus parentes mortos em combate “não são perdedores, não são otários”. Militares de todo o país usaram as redes sociais para demonstrar o quanto se sentem ofendidos.
Foi uma reação às revelações de uma reportagem da revista The Atlantic. Ela afirma que o presidente Donald Trump considera os americanos mortos em guerra “perdedores e otários”. Um dos fatos narrados pela revista foi a visita feita por Trump a Paris, em 2018. Ele não foi a uma cerimônia no cemitério americano Aisne-Marne em homenagem aos soldados que lutaram na Primeira Guerra Mundial.
Quatro pessoas ouvidas pela revista disseram que Trump perguntou: “Por que eu deveria ir àquele cemitério? Lá está cheio de perdedores”. Quinta (3) à noite, o presidente negou. Disse que não foi ao cemitério porque estava chovendo e o helicóptero não poderia voar.
Duas fontes da agência de notícias Associated Press confirmaram as informações publicadas na revista, todas relatando o que chamam de falta de patriotismo do presidente e desrespeito com heróis de guerra.
A revista lembrou que Trump considerava o senador republicano John McCain um perdedor porque passou mais de cinco anos como prisioneiro no Vietnã. Trump não foi ao enterro de McCain, que morreu em 2018.
Em 2015, Trump afirmou claramente: “Ele não é um herói de guerra. Eu gosto de pessoas que não foram capturadas”.
O candidato democrata à presidência, Joe Biden, condenou as afirmações e disse que o presidente não é leal a qualquer causa que não seja ele mesmo.
Militares de alta patente condenaram as afirmações atribuídas ao presidente.
O general Paul Eaton contou a história do pai, morto no Vietnã. Disse achar difícil que militares americanos considerem o presidente Trump algo além de um perdedor e um otário.
Nesta sexta-feira (4), Donald Trump disse que a reportagem nada mais é do que a continuação da caça às bruxas ao governo dele.
G1

Banner Add

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial