Ana Cláudia quer defender o espaço das mulheres na política e a necessidade delas serem protagonistas

“Sou pré-candidata à prefeitura de Campina Grande para também defender o espaço das mulheres na política e a necessidade de sermos protagonistas da construção de soluções para o desenvolvimento da cidade”. Foi o que afirmou a pré-candidata à prefeitura de Campina Grande e ex-secretária de Desenvolvimento e Articulação dos Municípios (Sedam), Ana Cláudia Vital do Rêgo (Podemos), ao destacar algumas de suas propostas para as mulheres, que representaram, na última eleição municipal, em 2016, 52,7% dos eleitores aptos a votar.
Como pré-candidata à prefeitura de Campina Grande, Ana Cláudia, caso seja vencedora no pleito deste ano, será a primeira mulher eleita prefeita da cidade. Neste sentido, Ana explica os princípios de sua pré-candidatura e suas principais bandeiras voltadas para as mulheres, numa valorização que, para Ana, deve ser permanente, de políticas públicas que tratem da saúde da mulher, acesso ao mercado de trabalho, valorização das servidoras, empreendedorismo, combate à violência, dentre outras iniciativas.
Para Ana Cláudia, a atual administração municipal de Campina Grande deixou de ter um olhar prioritário nas políticas públicas para as mulheres. Segundo ela, Campina precisa de um projeto de desenvolvimento que combine crescimento econômico com justiça social, e que permita um nível de investimento que favoreça o crescimento da economia, gerando empregos. “Quero mostrar que as mulheres podem e terão lugar de destaque na nossa administração. Por isso, nosso projeto coletivo tem um olhar especial para as mulheres, sobretudo para a relação das mulheres com o mercado de trabalho”.
Investimentos na educação infantil – Ana citou dados nacionais apontando que cerca de 50% das mulheres que têm filhos não conseguem retornar e permanecer no emprego de antes, após a maternidade. “A ausência de creches e escolas de educação infantil, ou mesmo a falta de estrutura nas existentes na cidade, coloca as mulheres em desvantagem no mercado de trabalho e muitas vezes transformam avós em cuidadores permanentes”. Ana entende ser necessário garantir estrutura à rede municipal de ensino, ampliando o ensino de forma integral, que foi iniciado na cidade na gestão de Veneziano, dando segurança para que as mães saibam que seus filhos estão bem cuidados, sobre todos os aspectos, e que não os faltará até a merenda, como ocorre nos dias atuais.
Ela lembra que pode falar de politicas públicas para mulheres com domínio, pois já as aplicou, nas pastas em que atuou, a exemplo do projeto do Governo do Estado que criou o Selo Social ‘Prefeitura Parceira das Mulheres’, apoiado pela Secretaria de Articulação Municipal (Sedam), onde era secretária, em parceria com a Federação das Associações de Municípios da Paraíba (Famup) e a Secretaria da Mulher e Diversidade Humana. O selo teve 50 prefeituras inscritas na sua primeira edição e estimulou políticas públicas destinadas à promoção dos direitos das mulheres e equidade de gênero, desenvolvidas pelas prefeituras da Paraíba, considerando as potencialidades de cada município.
Ana lembra que, na condição de prefeita eleita de Campina, já terá a garantia do apoio do governador João Azevêdo para desenvolver práticas inovadoras e comprometidas com as mulheres em toda sua diversidade, considerando o recorte étnico racial, idade, orientação sexual e identidade de gênero, deficiência e localidade.
Mais apoio à mulher – Na condição de primeira-dama de Campina Grande, durante a gestão de Veneziano, Ana Cláudia desenvolveu vários projetos de forma voluntária, em favor da valorização das mulheres, como o apoio às mulheres artesãs durante o Maior São João do Mundo, atividades de conscientização dos direitos das mulheres e de combate à violência contra as mulheres, através do Programa Cidadania para Todos, participação na implantação da Coordenadoria das Mulheres na cidade, apoio à política de educação infantil nas Creches, dentre outras ações.
A pré-candidata também pretende atrair grandes empresas e apoiar as microempresas, ampliando investimentos em ciência, tecnologia e, especialmente, em inovação, o que permitirá reconstruir laços fortes entre as universidades e empresas, incentivando assim o empreendedorismo e a geração de empregos na cidade. Ana também defende uma gestão que priorize projetos para a população da terceira idade, reestruturando equipamentos hoje sucateados pela atual administração.

Banner Add

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial