Padrasto é preso por estuprar e matar criança de 3 anos; mãe seria cúmplice

Um homem foi preso, nessa segunda-feira (5), suspeito de espancar, estuprar e matar a enteada de três anos. O caso aconteceu em Patos, Sertão paraibano. A mãe da criança teria sido conivente com as agressões físicas e sexuais. Ela também foi detida.
Segundo o delegado Sylvio Rabello, superintendente da Polícia Civil no Sertão, a menina já era abusada há algum tempo pelo padrasto. A mãe sabia de tudo e acobertava o crime.
“No início da manhã de ontem [segunda-feira], o padrasto abusou novamente da criança. Ela ficou muito ferida e, por conta disso, ele a estrangulou”, informou o delegado, ao Portal Correio.
Ainda de acordo com Sylvio Rabello, mãe e padrasto da criança planejavam uma forma de se desfazer do corpo e fugir. Eles não conseguiram porque vizinhos que já desconfiavam do casal entraram na casa após o crime e viram que a criança estava morta. Os vizinhos tentaram linchar o suspeito, que foi socorrido para um hospital e, em seguida, levado para a delegacia.
“O homem foi preso primeiro. Com o decorrer da apuração do caso, descobrimos que a mulher era conivente com o crime, a localizamos e a prendemos também”, completou o delegado.
O corpo da criança foi levado para o Núcleo de Medicina e Odontologia Legal (Numol). Peritos confirmaram que ela sofreu violências física e sexual.
Tanto mãe, quanto padrasto da criança já estão em presídios de Patos, onde aguardam definição da Justiça se responderão pelos crime na prisão ou em liberdade.
Portalcorreio

Banner Add

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial