Candidato a prefeito em Campina é abandonado pelo partido e tem registro negado pela Justiça Eleitoral. Legenda vai apoiar Bruno Cunha Lima

O candidato a prefeito em Campina Grande (PB) Edmar Oliveira, do Patriota, praticamente teve seu sonho de comandar politicamente a cidade a partir da atual campanha eleitoral adiado em virtude de vários acontecimentos registrados ao longo da semana. Desde que anunciou sua candidatura o ´patriota´ só tem relatos de dificuldades as mais diversas, indo desde o rompimento com seu companheiro de chapa até a falta total de recursos para a campanha.
A gota d´água para o adiamento da concretização da vontade de Edmar Oliveira ser prefeito de Campina Grande aconteceu nesta terça-feira (27) quando a Justiça Eleitoral indeferiu o registro de pedido de sua candidatura, afirmando “ausência de requisito de registro”. Sendo assim, ele está fora da disputa pela PMCG nesta campanha, mas já afirmou que vai recorrer da decisão, tentando reverter a situação. A informação do indeferimento consta no sistema de divulgação do TSE.
Além de ter seu registro como candidato rejeitado pela Justiça Eleitoral Edmar Oliveira já tinha sofrido outra derrota há uma semana, quando a direção do seu partido decidiu não mais apoiar sua candidatura e até seu companheiro de chapa, Wanderlei Bezerra, que é também presidente local do Patriota, desistiu da campanha e rompeu com ele.
Com apoio da direção estadual do Patriota o comando local iniciou então negociações com outras legendas pra continuar com os candidatos a vereador na disputa eleitoral. A decisão tomada foi a de se juntar a campanha do candidato Bruno Cunha Lima, da situação, e a partir de hoje os candidatos a vereador que decidiram seguir com Wanderlei Bezerra já começam a receber material de campanha fornecido pelo candidato da coligação Campina Rumo ao Futuro.

CAMPANHA ZERO – Outro fator que tem marcado a campanha de Edmar Oliveira é a total falta de recurso. Em sua prestação parcial de contas no último dia 25 o candidato informou à Justiça Eleitoral que sua despesa até agora foi zero, e que também não recebeu até o momento nada de ajuda financeira do fundo partidário e muito menos de doação para a campanha. Por outro lado, os demais candidatos que estão na disputa em Campina Grande informaram que, juntos já receberam mais de R$ 4 milhões e setecentos mil em doações para o pleito.

Apolinário Pimentel

Banner Add

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial