Biden também leva Geórgia e vence Trump por 306 votos a 232

Nesta sexta-feira (13), veículos da imprensa americana como NBC, “The New York Times” e “Washington Post” projetaram vitória de Joe Biden no estado da Geórgia e de Donald Trump na Carolina do Norte, desenhando um resultado final de 306 a 232 delegados com vantagem do democrata, que há dias já vem sendo apontado como o novo presidente dos Estados Unidos.
Nas eleições de 2016, Trump derrotou Hillary Clinton exatamente pelo mesmo placar.
A agência Associated Press ainda não declarou resultados nesses dois estados. De qualquer forma, seja qual for o resultado final em cada um deles, não há como ocorrer alteração no desenlace da eleição.
Nesta quinta-feira (12), diversos veículos da mídia americana passaram a projetar a vitória de Biden no Arizona. No mesmo dia, Trump foi declarado vencedor no Alasca. No entanto, ambos os resultados também não já modificam a eleição presidencial americana.
Trump ainda não reconheceu a derrota e disse que vai recorrer à Justiça. Sem apresentar provas, o atual presidente reclama de uma suposta fraude na apuração de alguns estados em que perdeu. Mas, até o momento, nenhuma autoridade reportou qualquer irregularidade na contagem dos votos.
Em 5 de novembro, a agência de notícias Associated Press já havia declarado Biden vencedor no Arizona, mas outros veículos – como o canal de televisão CNN e o jornal “The New York Times” – ainda consideravam a disputa em aberto até esta quinta.
A projeção do resultado feita por estatísticos a serviço de institutos e meios de comunicação não é oficial, mas historicamente é aceita pela sociedade americana em eleições presidenciais.
Foto: Angela Weiss/AFP
G1

Banner Add

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial