Treze empata em 1 a 1 com o Vila Nova-GO no Amigão

O Treze fez tudo para sair com uma vitória, na partida desse sábado (28), contra o Vila Nova-GO, no estádio Amigão, em Campina Grande. O Galo utilizou até o meia Marcelinho Paraíba (45), mas o placar terminou no empate de 1 a 1. O resultado deixou o Galo em situação complicada no Campeonato Brasileiro da Série C.
O time alvinegro de Campina Grande soma 18 pontos ganhos, ocupando a nona posição no Grupo A. Com isso, tem a difícil missão de vencer o Botafogo da Paraíba. Será a última partida dos dois times no Campeonato Brasileiro da Série C de 2020. O jogo será disputado no próximo sábado (5), no estádio Almeidão, em João Pessoa. O Belo, com 19 pontos ganhos, oitavo colocado, precisa de um empate para permanência na competição do próximo ano.
No jogo desse sábado, o Treze criou uma série de oportunidades nos primeiros minutos. Por atuar em casa, o time partiu para buscar o gol. Foram criadas as chances. Surgiram duas faltas cobradas por Neto Baiano, que o goleiro soltou a bola, mas os atacantes do Galo não aproveitaram.
O time ainda poderia ter aproveitado duas jogadas com os atacantes Felipe Alves e Douglas Lima, que tiveram chances claras. O Treze ainda conseguiu quatro escanteios, mas a bola teimava em não entrar.
O Vila Nova tratou de trabalhar a bola e só saiu para o ataque com segurança. O time goiano fez dois ataques. No primeiro, o goleiro do Treze fez uma defesa. No segundo, o árbitro marcou pênalti. O Vila abriu o placar aos 40 minutos do primeiro tempo, com Emanuel.
O Treze voltou mais determinado para o segundo tempo, com duas trocas. Saiu Douglas Lima e entrou Marcelinho Paraíba e Felipe Alves deu lugar para Gilvan. O Galo passou a atuar com mais velocidade, apertando o adversário.
O gol de empate aconteceu aos dez minutos do segundo tempo, com o atacante Gilvan, depois de uma boa jogada de Neto Baiano. O Treze, em seguida, ficou animado e comandou as ações, desperdiçando várias chances.
O Treze esteve com: Andrey, Polegar, Italo (Gustavo), Alisson Cassiano, Nilson Júnior; França (Robson), Vinícius Barba, Douglas Lima (Marcelinho Paraíba, depois Douglas Paker), Cláudio Murici, Neto Baiano, Felipe Alves (Gilvan).
O Vila Nova-GO jogou assim: Marcão, Celcinho (John Lenon), Rafael, Saimon, Mario, Dudu (Pedro Bambur), Pablo Roberto, Emanuel (Yuri), Henan (Rafael Lucas), Rodrigues, Tales (Caique).
O jogo teve como árbitro Thiago Luis Scarascati (SP). Os também paulistas Fabio Rogerio e Leandro Matos Feitosa foram os assistentes. O reserva foi Thiago Galdino (PB) e Miguel Félix (PB) foi o analista.
Foto: Divulgação/Vila Nova
Portalcorreio

Banner Add

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial