Irmão de ex-governador da Paraíba é preso em 10ª fase da Operação Calvário.

A décima fase da Operação Calvário prendeu Coriolano Coutinho, irmão do ex-governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB). A ação do Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco) e a Controladoria-Geral da União aconteceu na manhã desta quarta-feira (9), em João Pessoa.
Agentes visitaram uma condomínio residencial em frente ao Parque Paraíba, no bairro do Bessa, na capital paraibana.
Esta fase da operação apura fraudes na contratação de Organizações Sociais para gestão de serviços da saúde e da educação, no tocante aos crimes de ocultação patrimonial e de lavagem de dinheiro. Um mandado de prisão e dois mandados de busca e apreensão foram expedidos pela Justiça. Além de João Pessoa, ações também acontecem no município de Bananeiras, no Brejo do estado.
Esta é a segunda vez que Coriolano é preso. Em dezembro de 2019, o irmão do ex-governador foi detido na 7ª fase da Operação Calvário. Ele deixou a prisão após decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ) em fevereiro deste ano.
Investigações:
As investigações da Operação Calvário começaram em 2018 para apurar irregularidades praticadas na Paraíba por organização criminosa composta por Organizações Sociais (OS), empresas comerciais e agentes públicos e políticos.
Os levantamentos apontaram que, no período de 2011 a 2019, somente em favor das OS contratadas para gerir os serviços essenciais da saúde e da educação, o Governo da Paraíba empenhou R$ 2,4 bilhões, tendo pago mais de R$ 2,1 bilhões, dos quais estima-se um dano ao erário de mais de R$ 134 milhões.

Banner Add

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial