Filme em tributo a Sidney Magal é destaque no encerramento da 15ª Edição do Fest Aruanda

A realidade imposta pela covid-19 também levou os eventos audiovisuais para a internet. Por isso, a edição comemorativa dos 15 anos do festival está ocorrendo de forma híbrida, com as cerimônias de abertura e encerramento no Cinépolis do Manaíra Shopping e as demais sessões na plataforma exclusiva de streming, o Aruanda Play. Para o encerramento do festival, que acontece de forma semipresencial nesta quarta-feira (16), o destaque vai para o filme “Me Chama Que Eu Vou”, dirigido por Joana Mariani, que conta a história do cantor Sidney Magal.
Com uma programação online, gratuita e ininterrupta, seguindo a dinâmica das salas de cinema tradicionais, a audiência na plataforma Aruanda Play vem crescendo de forma significativa. De acordo com Maviael Ribeiro, estudante de cinema e um dos idealizadores da plataforma, uma demanda de espectadores inédita na história da cinematografia paraibana. “Por serem filmes nacionais exclusivos, que só serão exibidos em circuito nacional nos próximos anos, unindo a facilidade de assistir em qualquer lugar do mundo, o público do festival vem crescendo bastante e há ainda muitas solicitações para estender o prazo das produções, que abrem às 12h e encerram às 23h59″, diz Maviael.
A programação desta quarta-feira inicia às 9h, de forma online, com os debates sobre os filmes exibidos no dia anterior, seguido de uma sessão especial com o longa “Os Quatro Paralamas”, filme que conta a trajetória da banda de pop rock consagrada nacionalmente e que abriu a edição, em libras e com audiodescrição.
Já às 19h, na sala MACRO XE do Cinépolis Manaíra, terá início a cerimônia de encerramento que contará com homenagens as cineastas Helena Solberg e Vânia Perazzo, e a exibição do longa “Me Chama Que Eu Vou”, outro destaque da edição. Na plataforma online, o encerramento estará exibindo o curta-metragem “Zuza Homem de Mello”, do diretor Jorge Bodanzky e também o “Me Chama Que Eu Vou”, de Joana Mariani.

Confira a programação completa desta quarta-feira (16):

9H00 DIÁLOGOS AUDIOVISUAIS ARUANDA – CAGEPA I
Debate com os diretores dos curtas-metragens da terça-feira
Mediação: Amilton Pinheiro (Curador e diretor artístico do Fest Aruanda)

10H00 DIÁLOGOS AUDIOVISUAIS ARUANDA-ENERGISA II
Debate com os diretores dos longas-metragens da Mostra Competitiva Sob o Céu Nordestino da terça-feira
Mediação: Maria do Rosário Caetano (Jornalista, crítica de cinema e moderadora de debates do Fest Aruanda)

11H00DIÁLOGOS AUDIOVISUAIS ARUANDA-CAGEPA/ENERGISA III
Debate com os diretores dos longas-metragens da Mostra Competitiva Nacional
Moderação: Marcus Mello (Jornalista, crítico de cinema e mediador do Fest Aruanda)

12H00 DIÁLOGOS AUDIOVISUAIS ARUANDA-CAGEPA/ENERGISA IV
Debate com as homenageadas Helena Solberg e Vania Perazzo
Tema: Cinema de Helena Solberg e o pioneirismo da cineasta Vania Perazzo na Paraíba nos anos 1980
Mediação: Maria do Rosário Caetano (Jornalista, crítica de cinema e mediadora do Fest Aruanda)
12H00 SESSÃO 1 – MACHADO BITTENCOURT – COM ACESSIBILIDADE
Exibição do longa-metragem:
– Os Quatro Paralamas (Doc., 2020, RJ, 138 min.).
Direção: Roberto Berliner

19H00 SOLENIDADE DE ENCERRAMENTO (PRESENCIAL E TRANSMISSÃO AO VIVO)
Sala 9 – MACRO XE – Cinépolis, Manaíra Shopping, João Pessoa – PB.
Com transmissão ao vivo através do Youtube e Facebook do Festival Aruanda
Homenagens: Helena Solberg (cineasta) e Vânia Perazzo (cineasta)

20H00 FILMES DE ENCERRAMENTO (PRESENCIAL)
Sala 9 – MACRO XE – Cinépolis, Manaíra Shopping, João Pessoa – PB.
Exibição do curta-metragem:
– Zuza Homem de Mello (Doc., 2015, SP, 16min.).
Direção: Jorge Bo…

Banner Add

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial