“O homem que vendeu sua pele”, será distribuído no Brasil pela Pandora Filmes

Indicado pela Tunísia para o Oscar 2021, O HOMEM QUE VENDEU SUA PELE (The Man Who Sold his Skin) de Kaouther Ben Hania será distribuído no Brasil pela Pandora Filmes. Ainda sem data de estreia o longa estrelado por Yahya Mahayni, Monica Bellucci, Dea Liane e Koen de Bouw, entrou na shortlist de Melhor Filme de Língua Estrangeira, para concorrer ao Oscar 2021, que terá seus indicados anunciados no dia 15 de março.
O HOMEM QUE VENDEU SUA PELE teve uma ótima recepção no Festival de Veneza em 2020, onde foi exibido na Seleção Oficial, e saiu premiado como Melhor Ator para Yahya Mahayni.
O filme acompanha Sam Ali, um jovem sírio sensível e impulsivo que trocou seu país pelo Líbano para escapar da guerra. Para poder viajar para a Europa e viver com o amor de sua vida, ele aceita ter suas costas tatuadas por um dos artistas contemporâneos mais cultuados do mundo. Transformando seu próprio corpo em uma obra de arte de prestígio. Sam, entretanto, perceberá que sua decisão pode significar qualquer coisa, menos liberdade.

O HOMEM QUE VENDEU SUA PELE (The Man Who Sold his Skin)
Direção: Kaouther Ben Hania
Roteiro: Kaouther Ben Hania
Elenco: Yahya Mahayni, Monica Bellucci, Dea Liane e Koen de Bouw
País: Tunísia, França, Bélgica, Alemanha, Suécia e Turquia
Duração: 104 min
Distribuição: Pandora Filmes
Data de estreia e classificação: a definir
Trailer original: tinyurl.com/1nq1we1o

Sobre a Pandora Filmes
A Pandora é uma distribuidora de filmes independentes que há 30 anos busca ampliar os horizontes da distribuição de filmes no Brasil revelando nomes outrora desconhecidos no país, como Krzysztof Kieślowski, Theo Angelopoulos e Wong Kar-Wai, e relançando clássicos memoráveis em cópias restauradas, de diretores como Federico Fellini, Ingmar Bergman e Billy Wilder. Sempre acompanhando as novas tendências do cinema mundial, os lançamentos recentes incluem “O Apartamento”, de Asghar Farhadi, vencedor do Oscar de Melhor FilmeEstrangeiro; e os vencedores da Palma de Ouro de Cannes: “The Square – A Arte da Discórdia”, de Ruben Östlund e “Parasita”, de Bong Joon Ho.
Paralelamente aos filmes internacionais, a Pandora atua com o cinema brasileiro, lançando obras de diretores renomados e também de novos talentos, como Ruy Guerra, Edgard Navarro, Sérgio Bianchi, Beto Brant, Fernando Meirelles, Gustavo Galvão, Armando Praça, Helena Ignez, Tata Amaral, Anna Muylaert, Petra Costa, Pedro Serrano e Gabriela Amaral Almeida.
Assessoria de Imprensa:

Sinny Assessoria e Comunicação
imprensa@sinnyassessoria.com / contato@sinnyassessoria.com

Banner Add

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial